Jorge Quintas Serrano quer IPSS “de cabeça erguida e não de mão estendida”

Jorge Quintas Serrano concluiu ontem, quinta-feira, mais uma jornada de contacto de proximidade com as instituições de solidariedade social do concelho, tendo defendido, junto das direções do Instituto Maria da Paz Varzim, d’A Beneficente’ e do MAPADI que “a política de apoio às IPSS deve garantir que estas possam estar de cabeça erguida e não de mão estendida”.

964025_607750225915789_4339598_o

O candidato à presidência do município da Póvoa de Varzim sublinhou a ambição de inaugurar um novo rumo na relação entre a Câmara Municipal e a rede de IPSS locais, que passa pela realização de uma avaliação constante às suas necessidades mais prementes, de forma a assegurar, no devido tempo, o devido apoio às instituições que mais precisam de ser ajudadas.

“O apoio às IPSS não pode ser prestado na medida e no tempo que mais convém à Câmara Municipal, mas antes na medida e no tempo em que as crianças, idosos e famílias carenciadas precisam, efetivamente, de ser ajudadas. A missão das IPSS é uma prioridade social e não têm que ser estas a estender a mão ao poder político pedindo ajuda, mas antes o poder político a estender a mão às IPSS, ajudando-as sempre que tal é necessário”, afirmou Jorge Quintas Serrano.

O candidato acrescentou ainda ter a convicção de que as IPSS do concelho devem seguir, o mais possível, a via da especialização, evitando trabalhar áreas e valências que não correspondem à sua vocação de origem, de forma a garantir que, em conjunto, possam construir uma rede social mais eficaz.

“Queremos ajudar as IPSS a alcançar modelos de gestão dos seus meios e recursos capazes de gerar um sentido de entreajuda entre as diferentes instituições. Há que acabar com um modelo que apenas incita a um campeonato de IPSS, onde todos querem fazer tudo, modelo esse que é potenciado pelo próprio poder político”, defendeu.

Para concluir o ciclo de visitas a instituições de solidariedade do concelho, realizado ao longo do mês de maio, a candidatura de Jorge Quintas Serrano vai promover, no dia 21 de junho, às 21h00, em local a definir, um encontro entre todas as IPSS poveiras, num evento que contará com as presenças de Luís Pedro Mota Soares, Vice-presidente do CDS e Ministro da Solidariedade e Segurança Social, e de Manuel Sampaio Pimentel, Diretor do Centro Distrital do Porto da Segurança Social.

No mês de junho, o foco da candidatura de Jorge Quintas Serrano vai voltar-se para a cultura, desporto e associativismo.