Author Archives: jmcdcarmo

CDS chumba orçamento irrealista!

foto

Vereador Jorge Quintas Serrano votou hoje contra o Orçamento apresentado pela Câmara Municipal da Póvoa de Varzim para o ano de 2013.

“Este não é o Orçamento que a Póvoa precisa. Este é um orçamento irrealista.”

Veja aqui a declaração de voto do nosso verador.

Jorge Quintas Serrano recandidata-se pelo “Partido da Póvoa”

Jorge Quintas Serrano aceitou o repto da Comissão Política Concelhia do CDS local e anunciou, na passada sexta-feira, que vai recandidatar-se à presidência da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim.

DSC_0570

No âmbito do jantar de Natal do CDS Póvoa, realizado na Estalagem de Santo André, o candidato centrista expressou que mais do que reunir o consenso dos votantes do CDS, quer contar também com o apoio de todos os poveiros que não se revêem nas candidaturas que o PSD e o PS apresentem.

“No CDS Póvoa deverão caber, muito para além das opções ideológicas, todos aqueles que sentem a responsabilidade de contribuir para o futuro da Póvoa! Aqui cabemos todos, recebemos bem e ouvimos melhor. E todos nunca seremos demais para concretizar uma estratégia de desenvolvimento clara e inequívoca para o Concelho, que coloque os Poveiros e a Póvoa à frente!”, afirmou Jorge Quintas Serrano.

Enquanto recordava que “em eleições autárquicas, ‘tomar partido’ significa decidir e escolher o futuro dos nossos filhos e da qualidade de vida que poderão ter na sua terra”, o candidato dos populares deixou indicações sobre o tipo de liderança que pretende implementar.

“O momento atual não é de aventuras nem de experiências. É de apostas certas, de lideranças e de pessoas capazes, de modelos novos, de boas práticas, de práticas claras e sobre as quais não restem dúvidas. E liderar não é impor, mas antes despertar nos outros a vontade de fazer!”, considerou.

Quanto ao projeto que irá apresentar para a Póvoa, Jorge Quintas Serrano desvendou algumas das linhas essenciais da sua recandidatura, tendo reafirmado a necessidade urgente de dinamizar ativos inexplorados.

“É necessário captar investimento e gerar oportunidades para um Concelho que não pode voltar a ser adiado. É preciso apoiar a economia local – o turismo, a pesca e o comércio. É preciso apoiar o associativismo e é fundamental apoiar a ação social de forma integrada. E é preciso captar jovens e direcionar políticas para que se cumpra esse objetivo”, defendeu.

Sobre o desfecho das próximas eleições autárquicas, o candidato do CDS ao executivo da Câmara Municipal partilhou as suas convicções com os mais de 100 apoiantes presentes.

“Rejeito a ideia da aparente sucessão e dessa inevitabilidade que se procura propagandear. Não a percebo, não a aceito e recuso-a frontalmente. Não há que ter receio da mudança. Estamos preparados. Somos cada vez mais, sabemos para onde queremos ir e somos capazes”, concluiu.